PortugueseEnglishSpanishArabic

Passo a passo para se tornar um exportador de alimentos Halal

O mercado de alimentos Halal está crescendo, e as estimativas são otimistas. Isso porque os consumidores muçulmanos desejam ter tantas opções quanto aqueles que consomem produtos sem a certificação, o que faz com que novidades sejam bem recebidas por esse público. Trata-se de uma excelente oportunidade para empresas brasileiras do ramo que desejam expandir sua atuação por meio da exportação.

Para ajudar você a entender os passos necessários para se tornar um exportador, preparamos este artigo. Continue a leitura e saiba mais.

O que são alimentos Halal?

Halal significa lícito, autorizado, ou seja, permitido ao consumo humano. Os alimentos Halal, portanto, são aqueles cuja ingestão é permitida por Deus, conforme o Sagrado Alcorão.

De acordo com a Sharia, é lícito consumir todo tipo de alimento que não contenha ingredientes proibidos e, no caso dos insumos de origem animal, o abate deve ter sido feito dentro dos procedimentos e normas ditadas pela lei islâmica.

As regras não se limitam aos ingredientes. Nas máquinas e utensílios utilizados na fabricação, devem ser evitados produtos de limpeza com álcool e lubrificantes de origem animal, como graxa de procedência suína.

Desde o preparo e a fabricação até o armazenamento e transporte, todos os processos devem ser exclusivos para esses alimentos, que precisam ser certificados por uma instituição reconhecida mundialmente, como a Cdial Halal.

Por que produzir alimentos Halal?

O mercado Halal está em expansão e, por isso, proporciona inúmeras oportunidades para fabricantes produtos alimentícios. De acordo com o relatório “Mercado Halal de alimentos”, o setor atingiu um valor de US$ 1,6 trilhão em 2018, e a estimativa é de que alcance US$ 2,9 trilhões até 2024.

Conheça, agora, algumas das vantagens da exportação desses alimentos.

  • Novas possibilidades: sua empresa poderá começar a explorar novos mercados, exportando para diferentes países islâmicos, como Arábia Saudita, Indonésia e Bangladesh.
  • Mais qualidade: para obter a certificação Halal, é necessário adequar os processos de fabricação de seus alimentos a rigorosas normas de qualidade, o que se traduz em vantagem competitiva. Sua empresa será reconhecida por esse diferencial.
  • Aumento na lucratividade: ao investir em alimentos Halal, seu negócio conquistará muito mais consumidores, tanto muçulmanos quanto não muçulmanos, o que resultará em mais vendas e lucro.

Diversos alimentos podem ser certificados, como: proteínas, grãos, laticínios, congelados, pães, doces, chocolates e muitos outros. Por isso, independentemente do tipo de alimento que sua empresa fabrique, vale a pena conhecer os procedimentos para que eles possam ser exportados aos países muçulmanos.

Como se tornar um exportador de alimentos Halal?

Agora que você já sabe os benefícios de obter a certificação e exportar seus produtos alimentícios, conheça as etapas para começar a expandir a atuação de sua empresa com a exportação de alimentos Halal.

1. Analise a situação atual de sua empresa

Antes de começar a planejar a sua estratégia, é preciso se certificar de que a sua empresa está preparada para essa nova etapa. Afinal, para uma internacionalização de sucesso, é importante já ter uma atuação consolidada no mercado nacional.

Por isso, o primeiro passo é analisar a situação da empresa, bem como a sua capacidade de exportação e de adaptação dos seus produtos alimentícios às exigências dos países islâmicos.

2. Informe-se sobre os países para os quais vai exportar

Para que a sua empresa esteja preparada para comercializar alimentos Halal em outros países, é necessário conhecer a cultura de cada um deles. Assim, será possível garantir que seus produtos estejam de acordo não apenas com as normas, mas também com as necessidades e preferências de seus habitantes.

Também é importante conhecer as estratégias de precificação utilizadas por outras empresas do segmento, a fim de estabelecer preços competitivos.

3. Obtenha sua certificação Halal

Uma vez que você já estudou sua situação atual e os países para os quais pretende exportar, chegou o momento de obter a certificação Halal. Para isso, antes de tudo, é preciso encontrar uma instituição reconhecida mundialmente. Depois disso, busque conhecer suas exigências e as etapas para a obtenção da certificação, a fim de adequar seus produtos e processos de acordo com as normas estabelecidas na lei islâmica.

Quando você der entrada em seu pedido, a certificadora realizará análises e auditorias para verificar se seus processos de produção e insumos atendem a todos os requisitos. Após a aprovação, você receberá seu certificado Halal e poderá começar a exportar seus alimentos para muitos países.

Investir em alimentos Halal é uma excelente oportunidade para empresas que desejam expandir sua atuação por meio de exportações, afinal, esse setor está se expandindo consideravelmente. Por isso, se você atua na indústria alimentícia e deseja alcançar novos públicos, precisa conhecer o processo para a obtenção da certificação. Essa pode ser sua chance de se sobressair frente à concorrência.Depois de aprender mais sobre a exportação de alimentos Halal, o que acha de descobrir como a certificação da Cdial Halal pode ajudar sua empresa a expandir sua atuação? Boa leitura!

Confira também

A CDIAL

A empresa tem como missão oferecer ao consumidor muçulmano produtos Halal, sendo reconhecida mundialmente como uma empresa de excelência na certificação de alimentos Halal e abate de animais, gerando sempre oportunidades de negócios e de valor, compartilhadas com a sociedade brasileira.

Contato